Como aceitar nossos sentimentos

Como aceitar nossos sentimentos
agosto 31 14:53 2015 Imprimir Este artigo

Aceitar nosso sentimentos nem sempre é uma tarefa fácil! Minha conversa com você hoje é sobre o paradoxo de sermos diferentes e ao mesmo tempo iguais. Eu explico.

É fato, que você é um ser humano único, com seus talentos, sonhos, preferencias, experiências e tudo o que te torna extremamente valioso.

Mas é exatamente por isso, que algumas vezes você se sente incompreendido e sozinho.
Porque ao mesmo tempo que você é único, você sente os mesmos sentimentos de todos os seres humanos desse planeta. Teresa Robles chama esses sentimentos de “Temas Universais”. É claro que a intensidade de cada sentimento é diferente de pessoa para pessoa. Mas TODAS as pessoas tem medo de se sentirem sozinhas. TODAS as pessoas sentem raiva. TODAS as pessoas sentem vergonha. TODAS as pessoas sentem amor. TODAS as pessoas querem ser aceitas (mesmo quando se rebelam contra as regras pré-estabelecidas da sociedade). TODAS as pessoas sentem medo.
E ai você me pergunta: se todos sofrem com estes sentimentos, então não tem jeito? Vou me sentir mal para sempre?

E a resposta é: não.

Quando você entende que TODOS compartilhamos desses sentimentos que nos deixam muitas vezes inseguros de caminhar, amar, arriscar e seguir em frente percebe também que não precisa se livrar destes sentimentos para ser feliz e conquistar seus objetivos. Porque se fosse assim não teríamos uma quantidade enorme de pessoas pelo mundo que realizaram seus sonhos.

Como aceitar nossos sentimentos

O segredo não está no que sentimos, e sim em assumir que sentimos.

Não há nada de errado em sentir. Você foi feito para sentir as experiências deste mundo.
Com o tempo, iremos conversar mais sobe isso. Assim como converso com meus coachees em nossas sessões. Mas nesta mensagem, vou dar algumas dicas de como aceitar e conviver melhor com seus sentimentos durante sua vida.

Descubra o que você está sentindo.
Não existe chance de crescimento pessoal sem consciência. Para isso, perceba o que você está sentindo. Aonde isso se manifesta em seu corpo? Quais os pensamentos presentes? Como isso faz você se sentir? O que precisa acontecer para você sentir isso?

Aceite o que você sente.
Até o sentimento que nos dá mais vergonha serve para nos ensinar mais sobre nós. A inveja, por exemplo, se é você quem está sentindo pode ser o ponto de partida para o seu aperfeiçoamento pessoal, por admirar algo que outra pessoa conquistou. E se alguém sente inveja de você, você pode usar isso como motivo para aumentar sua autoestima, já que alguém admira algo que você é, faz ou tem.

Então aceite o que você sente. Se coloque em seu lugar de ser humano. Passível de erros e capaz de fazer coisas fantásticas e únicas. Quando você se coloca no papel de ser humano a vida funciona melhor. As cobranças internas e externas diminuem e a vida se torna mais leve.

Negocie com você e com os outros.
Depois de saber o que sente, e reconhecer o que está sentindo. Encontre a melhor forma de conviver com isso. Se pergunte:
Quais são os pontos positivos de sentir o que estou sentindo?
O que meu inconsciente está tentando ensinar sobre mim?

Esses são passos iniciais para você ter uma vida ainda mais harmoniosa com a pessoa mais importante de sua vida VOCÊ.

Publicação da Raquel Doretto

  Article "tagged" as:
  Categories:
veja mais artigos

Sobre o Autor

Madalena Costa
Madalena Costa

Um ser humano em evolução, estudo e compartilho conteúdo de qualidade para ajudar na evolução da humanidade! Muita Luz e Amor a todos! *Todo conteúdo compartilhado é citado a fonte e preservados os direitos autorais!

Ver Mais Artigos

Sem comentários! Seja o primeiro a comentar!

Você pode ser o único a iniciar um conversa.

Adicionar um comentário

Your data will be safe! O seu endereço de email não será publicado. Outros dados também não serão compartilhados com terceiros.
Todos os campos são obrigatórios.